Contmatic Phoenix | Soluções Inteligentes de Alta Tecnologia

Soluções Inteligentes de Alta Tecnologia.

Acontece - Na Mídia

Especialista: analise seus atos e pensamentos

A pedagoga Rosana Spinelli dos Santos revela que os padrões emocionais estabelecidos podem ser mudados e ressalta que a culpa não é dos cromossomos. "A inteligência emocional não é genética. Estas habilidades são aprendidas, ampliadas e aprimoradas ao longo da vida. Isso porque temperamento não é destino", afirma.

Ela comenta que para mudar, as pessoas precisam analisar os próprios atos, palavras e pensamentos. "Devem-se eliminar os exageros, tanto positivos quanto negativos, e enfrentar a vida de forma natural. Assim é possível ter melhor qualidade de vida, menos estresse e evitar doenças psicossomáticas que levam à depressão", avalia.

E como conhecer e dominar nossas emoções para o sucesso profissional? O primeiro passo, segundo Rosana, é conhecer todos os sentimentos, olhar para dentro de si e perceber o que é positivo ou negativo. "A única maneira de melhorar nossa vida, a partir do controle das emoções,  é se autoconhecer, o que não é nada fácil", diz.

Para exemplificar, ela cita que é preciso ter consciência de que para amar de verdade, é preciso aceitar o outro do jeito que ele é. Outro exemplo é a maneira como tratamos as pessoas. "Se você mal cumprimenta seus colegas de trabalho, como pode exigir que o tratamento seja cordial?

Quando percebemos que iremos perder o controle de uma situação ou explodir durante uma conversa, o ideal é contar até dez e se afastar do ambiente ou pessoa. É preciso oxigenar para não tomar atitudes precipitadas que podem ter consequências desastrosas. Todos os nossos pensamentos controlam nossas emoções ", orienta.

Outra dica de Rosana para aqueles momentos tensos, a beira de uma explosão de nervos, é distrair a mente olhando para algo que você gosta, como um quadro com uma imagem ou uma figura. "Nessa hora é preciso buscar algo que dê prazer e, consequentemente, acalmar a sua mente".

Para a pedagoga outro exercício mental para lidar com as emoções é ter consciência do sentimento no exato momento em que eles ocorrem, para que as emoções fiquem do tamanho certo. "Além do autocontrole, é necessário profundo conhecimento sobre você mesmo e sobre os outros". Veja alguns problemas que as emoções podem causar ao ser humano:

Tristeza: saudável quando passageira, pois leva à reflexão, mas se persistir vira depressão e prejudica o funcionamento psicológico, social e profissional.

Raiva: uma corrosão de dentro para fora, que provoca prejuízos para si e para os que estão próximo. O câncer é considerado a doença da raiva.

Medo: permite decidir se as pessoas fogem ou enfrentam as situações. Em excesso gera ansiedade, aumentando a significação de perigo e encurtando o horizonte de tempo necessário para lidar com a situação. Pessoas dominadas pelo medo têm dificuldade familiar, profissional e social.

Fonte: Portal do Jornal de Jundiaí